terça-feira, 30 de agosto de 2011

Rafael - Parte 4

… Segunda de manhã

-Bom dia meninos, hoje vamos começar com os trabalhos a pares, por isso preparem-se que eu vou chamar os vossos nomes…não me quero estar a repetir portanto pouco barulho se fazem o favor. Ana e Teresa, Leonardo e Tiago, Bruno e Catarina, Vanessa e Júlio, Hélio e Octávio, Guilherme e Rodrigo, Alexandre e Joana, Rita e Rafael, Vitória e Fábio, Edgar e Luísa, Tomás e Juliana…………

Já todos tinham par, só Rita é que ainda estava sozinha na mesa de laboratório de Físico-Química que lhe tinha sido atribuída…quem era esse Rafael afinal? E onde é que estava?

-abram os livros na página 67 e comecem a responder às questões antes de procedermos à experiência.

Rita começou a fazer o que o professor José pediu, era muito boa a fazer o que lhe mandavam…talvez fosse altura de ela começar a mandar os outros fazerem alguma coisa…não?

Esteve com o olhar preso em todas aquelas figuras estranhas que ela compreendia tão bem, mergulhada naqueles números que conhecia tão bem…era um mundo em que ela, mais uma vez, era popular, inteligente,

-olá - disse um rapaz que se aproximou.

-olá…és tu que és o Rafael?

-nunca te menti até hoje…não vou começar agora - respondeu com um sorriso nos lábios.

-ok… - olhou confusa - eu chamo-me Rita. Porque é que chegaste tão tarde?

-a minha carrinha…tive uns problemas com ela…

-hum…ela de certeza que vai ficar bem – disse com um ar irónico – abre o livro na página 67, temos de fazer estes exercícios…

-sim… - e dito isto liga o bico de Bunsen, por onde saía gás, acende um fósforo e …

-não vamos precisar disso – disse Rita soprando e apagando o fósforo.

-hum…tu és daquelas meninas chatas?

-não porquê?

-porque é que não vamos precisar disto? - perguntou Rafael aproximando-se.

-porque temos de fazer este exercício que o stôr mandou…

-porquê?

-porque precisamos de tirar boa nota… - respondeu Rita que parecia muito séria.

-hum…então e porquê?

-porque podemos ganhar bolsas…

-ah…já entendi…

-o quê?

-és daquelas meninas chatas…

-porquê, por querer pensar no meu futuro?

-futuro…ahaha…

-vai ajudar ou não?

-eu ajudava mas sabes – acende de novo o fósforo, liga o gás e atiça a chama – nós não precisamos de testes 100%... - olhava para a chama brilhante - nem de pessoas a dizerem-nos o que fazer…tu minha menina estás 10 anos à frente do teu tempo – ela ficou a olhar para ele – nós não precisamos de Físico-Química…. - aproximou-se ainda mais dela - precisamos de uma máquina do tempo… - e sorriu.

4 comentários:

  1. Isto está a tornar-se interessante Ramita, mucho interessante (:

    ResponderEliminar
  2. esse 129 foi referente á pergunta do passado certo? :/

    ResponderEliminar
  3. como eu te percebo, tenho saudades mesmo :/
    parece que nada está bem s:

    ResponderEliminar